" É para mim uma grande honra em presidir ao Conselho de Administração da Resiestrela, que  tem como missão receber e tratar os resíduos provenientes dos municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Meda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso.

 

Fazêmo-lo adotando uma atitude nova perante os Resíduos Sólidos Urbanos. Acreditamos que os resíduos podem ser valorizados e transformados em matéria-prima, iniciando um novo ciclo de vida.

 

O atual ritmo das nossas sociedades tem-se revelado devastador para a Natureza e para a qualidade de vida de todos nós. É urgente mudar a visão global de crescimento e prosperidade e dotá-las de uma perspetiva de sustentabilidade e preservação ambiental.

 

A temática dos resíduos não é nova nem exclusiva de uma zona geográfica específica. Trata-se de uma questão global que atinge todo o planeta, que não deve servir de desculpa para nos alhearmos dos processos de mudança.

 

Nem tudo está ao nosso alcance. Juntos, localmente, podemos fazer a diferença. Vamos ensinar as próximas gerações a ter uma atitude construtiva face a hábitos de consumo e de separação de resíduos. Elas merecem saber que, quando devidamente tratados, são uma poderosa fonte de matéria-prima capaz de beneficiar o ambiente, reduzindo níveis de poluição e de exploração de recursos.

 

É com esta atitude que processamos os resíduos provenientes de 14 municípios. Nas nossas instalações, os resíduos da recolha seletiva são triados, enfardados e encaminhados para reciclagem. Quanto aos resíduos provenientes da recolha indiferenciada, submetemo-los a um processo de valorização orgânica. Os resíduos não orgânicos impossíveis de reciclar são depositados no aterro sanitário.

 

Ciente do desafio que constitui assegurar uma prestação de serviços de qualidade, com respeito pelos fundamentos éticos de ordem social, económica e ambiental, e merecedora do reconhecimento dos seus clientes, acionistas, colaboradores, fornecedores e das populações que serve, trabalharemos diariamente com empenho, em prol de uma Região ambientalmente sustentável.

 

A Resiestrela, é uma empresa dinâmica e em crescimento. E é uma empresa jovem. Conta com um quadro de jovens, mas experientes colaboradores, que quotidianamente assegurarão com dedicação o tratamento e valorização dos resíduos.

 

E independentemente da sua juventude, a Resiestrela, conta com a experiência de gestão do grupo EGF S.A, empresa com um papel estruturante, dinamizador e de inovação no sector da valorização e tratamento dos resíduos sólidos em Portugal.

 

Juntos conseguiremos que a Resiestrela seja uma referência empresarial na Cova da Beira e na Beira Interior Norte, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento sustentável e melhoria de condições económicas e de qualidade de vida da nossa região."

Luís Masiello Ruiz Presidente do Conselho de Administração